quinta-feira, 1 de maio de 2008






Existem fins de tarde encarnados, fins de tarde cor de laranja e fins de tarde dourados.

Ainda não consegui perceber de qual deles gosto mais.

Todos eles trazem um sonho, todos eles dão uma alegria, todos eles têm um encanto especial.

Hora mágica, hora premium, hora de um belo copo na mão, hora de olhos postos no infinito, hora de conversas improváveis, hora de companhias ideais, de fantasia reais.


Cada pôr-do-sol é um pôr-do-sol e por cada pôr-do-sol um nascer do sol. Cada um, uma energia. Cada um, uma força, uma vontade própria.


Hoje o pôr-do-sol foi lindo, foi dourado. O copo… Esse ficou de lado. A música acompanhou mas a companhia falhou. O sonho por cá passou e a vontade disse-me que este foi um e que outros ainda melhores virão.


4 comentários:

av disse...

Que beleza, Sum!
E não só as fotografias, o texto também é muito bonito.
Um beijinho

sum disse...

Vindo da Ana é sem dúvida um elogio.
Muito obrigada.
Um beijinho

Júlia Moura Lopes disse...

:-)

também gostei!Gosto sempre!

sum disse...

Gosto sempre da sua visita e dos seus dizeres tão simpáticos.
Um beijinho e obrigada Júlia