terça-feira, 1 de abril de 2008

Em Silêncio


Em Silêncio

Olha-me nos olhos
em silêncio
e diz-me
tudo o que só assim sabes dizer

Deixa que eu traduza
no código que inventámos só para nós
que aboliu as palavras
que nunca teve voz
as vagas de ternura que adivinho
o desejo nunca saciado
a paz de sermos sempre complemento

Em silêncio
porque só assim nos entendemos
só assim nos pertencemos
sem os medos
nem as promessas condenadas
de quem usa palavras
porque não sabe falar de outra maneira...

(Ana Vidal)

Posted by AV



2 comentários:

Júlia Moura Lopes disse...

bonito,sim!

São as palavras da Ana e tá tudo dito!

sum disse...

É isso mesmo Júlia,
São as palavras da Ana e está tudo dito.
Um Beijinho