terça-feira, 1 de abril de 2008

...


Fica um perfume de orvalho quando te ausentas.
Um pássaro invisível bate as asas quando chegas.
O teu convívio consente essa alegria sem culpas.
(Paulo Pucciarelli)


Postado por Júlia Moura Lopes

4 comentários:

Júlia Moura Lopes disse...

vou dar o end. do seu blog ao autor, ele vai ficar contente.

Postarei mais textos belissimos dele. Avisarei.

beijo grande

sum disse...

Textos bonitos são sempre bem vindos.
Faça isso Júlia.
Um grande Beijo para si tammbém

Júlia Moura Lopes disse...

já dei o endereço, a Paulo Pucciarelli,Sum.

sum disse...

Obrigada Júlia.
Fico à espera de ver outras coisas escritas por ele.
um beijinho