sábado, 25 de outubro de 2008

Senhora D. Sabe Tudo III


O que me ri ontem a propósito de pontos.

Tanta ignorância! As vezes, assusto-me comigo própria. Mas não tenho como. Não sei e pronto. Aceitar e tentar arrecadar, não sem antes perguntar, ir ver e estudar é o que me resta.

Às vezes o meu trabalho proporciona-me algumas horas de bom convívio. Ontem assim aconteceu. Estivemos a fazer uns kits e todas à conversa, desta feita éramos só mulheres desde os 25 aos 43. Surgiu um assunto que no dia antes já tinha vindo à baila, mas à conversa com um amigo.

Ainda bem (ou mal) que me fingi de entendida, mesmo tendo arriscado a parecer completamente tontinha, e não perguntei na altura o que era o referido “Ponto G”.

Não tenho uma dúvida que nos teriamos sentido constrangidos, eu por não saber, ele por ter de explicar. Já para não falar nos ataques de riso que isso poderia acarretar, ele na primeira fase por eu não saber e eu na segunda por o ver a explicar.

São raras as vezes em que me inibo de perguntar qualquer coisa que não sei. Odeio morrer estúpida. Assim na segunda vez que falaram neste assunto, não me fiz de rogada e desembuchei. Claro que a risota foi geral. Toda a minha gente sabia o que era, excepto eu. Desde as mais velhas às mais novas. Depois de alguma chacota, lá se dignaram a explicar. Mas divertido mesmo foi quando eu contei o meu sorriso de entendida na conversa do dia anterior.

Santa ignorância :))

7 comentários:

fugidia disse...

:-)))
(riso contido...)

sum disse...

:))

JúliaML disse...

riso contido?

eu estou aqui a gargalhar :-)))

parece uma criança :-))

sum disse...

Também eu chorei a rir com a minha propria ignorância, inocência, sei lá o que lhe posso chamar.

Riso descarado mesmo, daquele que faz doer a barriga e até as bochechas. :D

ana v. disse...

Ora, Sum, não se preocupe por não saber: no caso do ponto G (e restante alfabeto...), é muito mais importante a prática do que a teoria! ;-)

JúliaML disse...

"mais vale experimentá-lo que julgá-lo" já dizia Camõees e pelos vistos a Ana e eu :-))

sum disse...

Não tenho duvidas nenhumas. Mas que ainda tenho vontade de rir quando revejo a situação, tenho.
Beijo às duas