segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Agradeço tudo o que tenho de bom.


Pensei, pensei...

Pensei e de facto, não tenho nada na minha vida que seja mau, feio, preto ou carocho.

Tudo na minha vida é bom.

Devo ter uns bons padrinhos lá em cima.

Sou saudável, casada. Tenho três filhos fantásticos, inteligentes e ainda por cima lindos de morrer, um cão esperto, sensível e lindo, uma casa espectacular, bonita e bem arranjada, num sitio lindíssimo, para não dizer na melhor zona do Estoril que é, já de si, o melhor sitio do mundo para se viver, trabalho na melhor empresa que há para trabalhar, tenho as melhores pessoas do mundo a trabalhar comigo, tenho muitos e bons amigos, família grande e de certa forma unida.
Tenho tudo de bom bem ao meu lado mais uma boa áurea,uma boa luz e bons anjos da guarda.

Tenho um historial que muita gente gostaria de ter. Nada de que me possa arrepender, um percurso limpo, cheio de coisas boas e muita alegria. Posso olhar para trás com orgulho e ver tantas coisas bonitas construídas, tanta vida feita. Mesmo em alturas mais difíceis, a protecção foi tanta que mal dei pelas contrariedades do dia-a-dia. Nada me falta, tudo me é apresentado de bandeja. Não há nada do que me possa queixar.

Para começar está muito bom. Muito bom mesmo.

Diria mesmo que agradeço tudo o que tenho de bom.

Para completar, tenho um feitio mais bom do que mau :

Gosto do frio, gosto do calor, gosto da chuva, gosto do sol, gosto do mar, gosto do campo, gosto de todas as estações do ano, gosto de todos os dias da semana, gosto de todos os meses do ano, gosto de castanhas no Outono, de frio e chuva no Inverno, de flores na Primavera, de praia no Verão. Mas se me derem morangos no Outono, sol no Inverno, folhas caídas no chão na Primavera ou nevoeiro no Verão também vou amar. Gosto de cada coisa no seu lugar e tudo fora do sítio. Gosto de tudo o que é bonito, gosto de tudo o que me faz feliz. Gosto de paisagens, gosto de cidades ao longe. Gosto das pessoas, gosto dos sons, gosto dos cheiros, gosto de sentir o que me rodeia. Gosto de paz, gosto de todas as cores e em especial do branco, gosto de todos os números e em especial do 4, gosto de pormenores, gosto de beleza, gosto de gente gira, gosto de receber flores, gosto de homens bonitos. Gosto que me levem de viajem, gosto que me dêem a conhecer coisas novas. Adoro brincar, rir, cantar, dançar, pintar, abraçar, beijar, amar, sonhar, partilhar, ler, escrever, rir, rir, dançar, conversar, estar, passear, rir, cantar, amar, rir, beijar, abraçar…

Gosto de viver. Gosto de sonhar. Gosto de fechar os olhos e voar.





3 comentários:

JúliaML disse...

lavei a alma aqui, Sum querida!

como eu gostei desta postura de vida!
Dar valor ao que se tem, amiga é o Maior Bem que Deus pode conceder-nos.
beijo grato

JúliaML disse...

Tem lá um Dardo para si no Privilégios :-)

beijinho

sum disse...

É um esforço diário Júlia, que prometi a mim mesma fazer no final de cada dia, valorizar o que se tem de bom e desvalorizar o que de menos bom nos acontece.
É uma forma de me aperceber da sorte que tenho e deixar de chorar pelos cantos.

E quanto ao Dardo, nem sei como agradecer. Mas já estou a pensar. Pode levar algum tempo, mas hei-de arranjar uma forma digna de tal mérito.
Para já para já, muito muito obrigada.
:)
Um beijinho