domingo, 8 de junho de 2008

Coincidências


Mais uma grande coincidência, nesta minha vida.

Há já uns dias que sentia o coração descompassado, descoordenado, a cabeça zonza, o estômago apertado. Até falei disso aqui. Pressentimentos…

Ontem, por razões que não consegui entender, a vida parou, dei-lhe um nome, dei-lhe uma cor e pelos vistos, no limite, dei-lhe um nome e a cor errada.

Pensei que fosse preocupação, mas a preocupação não bate assim. Pensei que fossem mudanças de humor ligadas a dias difíceis, mas também essas não batem assim.

Sim, algumas desilusões, mas nada que se justificasse tanta dor. A menos que…

E foi aqui que lhe dei um nome.

Comecei a ficar assustada.

Meu Deus, não podia ser! Estaria louca?

Não, não podia ser e ponto final. Nada até aqui tinha indicado tal coisa.

Porquê agora?

Mas com o avançar da noite, a coisa piorou em vez de atenuar. E foi aqui que lhe juntei a cor.

As dúvidas assaltaram-me. Aquilo que não podia ter acontecido, estava a acontecer. E o pior… Sem que eu tivesse dado por isso.

Com o espírito azucrinado e com a cabeça a mil, nem dormi direito. Só me perguntava… Como foi possível? Mais impossíveis na minha vida. Não vou aguentar.

Levantei-me com cabeça de melão oco e ainda bastante assustada.

A manha já ia alta e bem ao meu lado ouvi:

- Ontem no jantar que não foste…

A minha alma respirou de alívio. Reconheci imediatamente todo o meu sentir, reconheci os meus comportamentos, reconheci a minha longa e antiga história. Reconheci o conjunto de coincidências anteriores, tão iguais a esta.

Com esta eu posso bem.

Outra diferente desta, definitivamente, não iria aguentar.

Mas está tudo no limite. Tão no limite que por momentos até eu mesma acreditei, que aquele nome e aquela cor, poderiam ser a minha verdade.

4 comentários:

JúliaML disse...

:-)

gosto muito de si, querida amiga..

junte mais esta coincidência..

sum disse...

Já juntei Júlia.
E estas são das que eu aguento e gosto que aconteçam.

Obrigada
um grande beijo

JúliaML disse...

a imagem é a sua cara, sim, também senti isso!

sum disse...

Esta imagem traz-me serenidade.Sinto-me assim quanto olho para ela. :)