sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Saber perder


Parar, baixar os olhos e, devagarinho, caminhar em frente.

Um dia levantaremos novamente os olhos e damo-nos conta que o que perdemos, não foi assim tanto comparado com o que ganhámos.

10 comentários:

Anónimo disse...

Para além do nada,um estilhaço dele que flutue no meu olhar.E assim desinquieto o Caos. De um lugar da tua voz pode,a criação do teu nome,gerar o consumado. Por vocativo do sentimento indeclinável.

Rogério Carrola

Anónimo disse...

O que eu te digo é que tremi, há três dias, nesse dia em que o sol da tarde estava mais inclinado
para os ombros da terra e alguma perdição era adivinhada nos olhos
com que nos dizemos o silêncio.
Esse silêncio era eu deixar para sempre o meu blog. Houve pessoas bonitas que me fizeram ver melhor e tu foste uma delas. Espera por segunda-feira que é um amigo que me coloca os textos e ele foi para Espanha. Um beijinho muito grande de agradecimento.
Rogério Carrola

JúliaML disse...

:-)

JúliaML disse...

um beijinho aos dois!

sum disse...

Era o que faltava, não tem nada que agradecer.

Todos temos a ganhar se não deixar de escrever no seu blog.

Quando tudo está por baixo que nos salvem as palavras.
Muitas vezes são elas, com todas as suas experiencias que nos tiram do nosso pequeno mundo e nos fazem ter força para nos enfrentar.

Continue sempre, há sempre alguem que precisou, precisa ou vai precisar de o ouvir. Gostou, gosta e vai gostar de o ler.
Um beijinho grande

sum disse...

Um beijinho Júlia.

JúliaML disse...

vocês os dois são bonits e gostei de vos ver aqui, neste refugio das palavras.

foi um privilégio ter-vos conhecido,a inda que virtualmente.

beijinho, sum

sum disse...

Igualmente

:) :) :)

Beijinhos

Menina_marota disse...

Ah... quantas vezes se ganha... perdendo!

;))

sum disse...

:)) Um beijo