quinta-feira, 20 de maio de 2010

Amar


"Amar:
Fechei os olhos para não te ver
e a minha boca para não dizer...
E dos meus olhos fechados desceram lágrimas que não enxuguei,
e da minha boca fechada nasceram sussurros
e palavras mudas que te dediquei... "


(Mário Quintana)

4 comentários:

Anala Lelis disse...

Primeira vez em seu blog. Estou gostando bastante dos poemas que postou, lhe adicionei na lista de favoritos do meu blog. Espero que não se incomode.
Abraço.
http://doyou-think.blogspot.com/

Mike disse...

Meu querido, inigulável e único Mário Quintana... Não a sabia fã, Sum. Aliás, na blogosfera por onde ando, apenas conhecia a admiração da Júlia. :-)

Mike disse...

... inigualável... ;-)

sum disse...

É só um começo Mike. Estou a aprender. E sim foi a Júlia, como sempre, que me introduziu. E o bom nisto tudo é que também estou a gostar. :)