quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Coragem


Há uns dias para cá que esta palavra sai em tudo o que é sitio e de onde menos a espero.

Tenho-a encontrado por todo o lado, escrita, falada e até cantada. Parece que anda em toda a parte.

Cada vez que a oiço faz-me eco. Mas hoje o eco foi tão grande e tão contínuo que ainda não me saiu da cabeça.

Não me sinto nada confortável, ou melhor sinto-me mesmo constrangida, quando estas coisas me acontecem. Parece que é alguém a querer que eu tenha coragem ou que, de alguma forma pense nesse assunto!

Nunca fui boa nestes desafios. Nunca consigui perceber o que querem de mim e porquê.

Sinto-me limitada e burra.

Querem que eu pense corajosamente? Querem que eu tenha coragem?

Coragem para quê?

Para enfrentar? Para renunciar?

Coragem para falar? Coragem de calar? Coragem para suportar? Coragem para ouvir? Coragem para assumir? Coragem para amar? Coragem para viver? Coragem para morrer?

Coragem para quê mesmo?!

Preciso de ter tanta coragem e para tanta coisa e sou tão cobarde com tudo que, dificilmente vou chegar onde alguém faz questão que eu chegue.

6 comentários:

Madalena disse...

És corajosa, muito mesmo! E tu sabes que sim ;) Admiro a tua coragem! :)

Mike disse...

Sum, acredite no que lhe vou dizer.
Menina, até a coragem é relativa.
(Não, não estou a desconversar). ;)

sum disse...

:) Gosto das minhas amigas, muito :)))

sum disse...

Acredito que sim Mike, só não consegui descobri ainda essa relatividade.(e agora tb não estou a desconversar)

:)) Mas sei que um dia a vou descobrir

Mike disse...

Vai?
Coragem! (muitos risos)

sum disse...

Vou mesmo.
;)